Entenda as principais diferenças entre funcionários públicos e privados

Os cargos públicos e os cargos privados são duas categorias empregatícias distintas e que geram muita dúvida em relação ao seu funcionamento. Afinal o que é diferente em cada setor? Para entender melhor as principais diferenças entre os funcionários públicos e os funcionários privados, leia o texto a seguir e fique por dentro de tudo.

Forma de seleção

Para os serviços do setor privado, a forma de seleção é através de uma entrevista regular, geralmente liderada por uma equipe do setor de Recursos Humanos da empresa. Isto acaba fazendo com que as pessoas sejam qualificadas através de sua aparência, gênero e até condição sexual.

Para os cargos públicos, não há esta discriminação no mercado de trabalho, isto porque a forma de seleção ocorre através de prestação de concurso público. Infelizmente, estas oportunidades não estão disponíveis sempre, por isso,os interessados devem ficar de olho nos editais.

Uma das principais diferenças entre estas duas modalidades empregatícias é a remuneração. Por exemplo, para o setor privado e para o público, é necessário cumprir o valor do Salário Mínimo 2019Mas o que é diferente é o piso salarial dos cargos públicos e privados.

Benefícios

A remuneração mais alta para os cargos público irá influenciar diretamente no valor do recebimento da aposentadoria, como indicado na tabela INSSO setor privado também pode proporcionar uma média salarial mais elevada, dependendo do cargo.

Outro benefício muito importante é a indenização para caso de mudança e diversas situações que a carreira pública pode dispor. O trabalhador da rede privada pode dispor de benefícios em seu serviço, mas estes não estão previstos por lei.

Idade

Você deve saber que ao atingir certa idade, o trabalhador perde sua influência no mercado de trabalho. A partir dos 40 anos, quem não alcançou estabilidade financeira pode ser considerado ultrapassado no mercado.



Já para o setor público, a participação em concursos pode ser realizada a partir dos 18 anos e até os 69 anos no dia da chamada para o cargo em questão.

Estabilidade

Mesmo dispondo de diversos benefícios, o trabalhador do setor privado está sujeito à demissão, seja por justa causa, por falência da empresa ou fatores externos.

O servidor da rede pública não pode ser dispensado de seu cargo, a menos que haja um processo administrativo aprovado judicialmente. Por isso, representa mais segurança e estabilidade.

Rotina de serviços

A rotina de serviços também é uma grande diferença entre as modalidades. Para o setor público, a rotina de serviços é muito regrada, com pouca oportunidade de crescimento profissional.

Quem trabalha em cargos privados, tem maiores desafios diários e possibilidade de crescer através do seu resultado e da atuação da empresa no mercado.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Carro ou Moto: Saiba como escolher o ideal para você

Como funciona o PRONATEC? Tire dúvidas!

Problemas comuns com a documentação de veículos usados